São Pedro do Butiá,
Prefeitura Municipal de
SÃO PEDRO DO BUTIÁ
NOTÍCIAS
(últimos acontecimentos do município)
Notícia postada em 12/06/2017 às 13:51:18
Divulgação das redações, artigos e desenhos classificados no Concurso do Meio Ambiente

 Nível V- Artigo de opinião envolvendo os alunos do ensino médio
 
De lá para cá          São Pedro do Butiá foi fundado em 1907 pelo Sr. Pedro Thomas, logo após vieram mais famílias de descendência alemã. Como praticamente havia muita mata, essas pessoas começaram a desmatar para ter onde construir suas casas e abrir espaços de plantios para se alimentar e sustentar. São Pedro do Butiá está situado na região das missões, com área de 107,44 km² e conta com aproximadamente 3.000 habitantes. Sua emancipação político-administrativa ocorreu em 20 de março de 1992.          Como antigamente não havia coleta de lixo, as pessoas jogavam no mato ou queimavam, e isso acabava poluindo nossas águas, e como as queimadas consequentemente liberavam gás carbônico, poluíam assim, nosso ar. Hoje temos coleta seletiva de lixo duas vezes por semana na cidade, e no interior uma vez por mês, fazendo com que reduzimos a poluição.          A economia é baseada no setor agropecuário. O município cultiva soja, milho e trigo. Além disso, tem a maior produtividade de leitões per capita do Estado do Rio Grande do Sul, e também, tem a melhor produtividade de leite por vaca da região.          Em consequência disso, tempos atrás as porcas mortas eram enterradas e hoje é obrigatório a construção de composteiras, para reduzir a poluição das águas e contaminação do solo, acredito que o mesmo deveria ocorrer com as vacas mortas.          Nas lavouras o uso de agrotóxico aumentou, mas hoje para colher alimentos é preciso usar algum veneno.          Ao longo desses anos o município vem colocando mais lixeiras, recolhendo o lixo eletrônico, realizando campanhas de preservação e fazendo plantios de árvores, o que é muito importante para o futuro da nossa cidade.          Vale ressaltar que é importante preservarmos as vertentes, rios e riachos.          Hoje também temos o CAR, que é uma lei onde todos os produtores precisam ter 20% de área verde, o que antes não ocorria. Essa lei é fundamental para não ocorrer os desmatamentos.          Portanto, acredito que todos nós devemos nos conscientizar para preservar o meio ambiente de nossa cidade, pois isso é a chave para o futuro, manter a cidade limpa e bonita, um lugar para ter orgulho de morar.Nome Participante: Fernanda Haas Spohr  Nome Professora: Cibele Machado Wouters   Escola: Colégio Estadual Professor Pedro José Scher   1º lugar na categoria artigo de opinião 


As atitudes do presente, reflexo no futuro.          São Pedro do Butiá é um lugar muito calmo para viver, cheio de alegrias, florido, aconchegante, que foi colonizado pela cultura alemã, que até os dias de hoje se faz presente. Foi fundado em 1907, e teve sua emancipação político-administrativa no ano de 1992 comemorando neste ano de 2017, seus 25 anos de emancipação.          Os primeiros colonizadores que aqui chegaram, tiveram que derrubar algumas matas para fazer estradas e começar a construir nosso município. Durante todos esses anos de existência, São Pedro do Butiá tem muitas histórias, muitas mudanças, tanto boas quanto ruins.          Na época em que os colonizadores começaram a produzir seus alimentos, cultivar sua lavoura, não faziam o uso de agrotóxicos, tendo alimentos mais saudáveis e uma qualidade de vida melhor. Já hoje em dia, os agricultores estão mais preocupados em fazer uma boa colheita do que com os rios que estão sendo poluídos pelo uso intensivo de agrotóxicos, a contaminação dos fluentes de água potável e dos nossos alimentos, que é muito prejudicial à saúde.          Algo muito importante para nosso município foi a implantação da coleta seletiva de lixo, pois antigamente, as famílias queimavam os lixos produzidos, mesmo que naqueles anos não se consumia tantos alimentos industrializados e embalagens descartáveis e os lixos que não podiam queimar, jogavam em qualquer lugar. Mesmo com a implantação da coleta, as pessoas ainda jogam lixos no chão, poluindo nosso meio ambiente.          Para que São Pedro do Butiá tenha mais 25 anos de história, temos que nos conscientizar, não jogando lixos no chão, usando menos agrotóxicos, que além de matar animais, também pode trazer sérias consequências para nós. Do meu ponto de vista, para que as futuras gerações tenham uma vida boa em nosso município, deve-se começar a pensar nas atitudes do presente, cada um fazendo sua parte, para que tenhamos um futuro sempre melhor para nosso belo município.Pseudônimo: Margarida. Nome: Steffani Kolling.  Colégio Estadual Professor Pedro José Scher   2º lugar categoria artigo de opinião 
 
Cuidar Hoje – pensando no amanhã
São Pedro do Buitá comemora seus 25 anos de emancipação. Há muitos anos atrás, na época em que os imigrantes de origem alemã começaram a colonizar a nossa região, o ambiente aqui visto era totalmente diferente do atual. Não havia moradores aqui, e o local era coberto por matos fechados.
A partir de 1907, quando os colonizadores aqui se estabeleceram, começou a devastação do local. Ruas foram abertas, casas e estabelecimentos aos poucos foram preenchendo o lugar. Sem esquecer que a principal fonte de renda das pessoas era o cultivo de terras. As famílias plantavam e colhiam seus produtos e alimentos, sem o uso de agrotóxicos, as águas dos rios e riachos eram limpas e sem poluição. Mas, com o desenvolvimento do município, muitas coisas foram mudando.
Hoje em dia, percebemos que o uso de agrotóxicos é comum. Todos os produtores, independente se for um grande produtor ou um pequeno, todos já aplicaram agrotóxicos em suas plantações. O uso desse, que acaba afetando todos nós, é prejudicial a nossa saúde. Há pesquisas que relatam que o agrotóxico é um dos maiores causadores do câncer e depressão. A pergunta é: Por que as pessoas continuam a utilizá-lo?
Talvez porque a preocupação é maior com a sua principal fonte de renda do que com o meio ambiente.
Todos nós, butiaenses, devemos fazer a nossa parte para não destruirmos nosso município. Devemos começar com coisas pequenas que já resultarão em um excelente resultado, como não jogar lixo nas ruas e rios, não desmatar e fazer queimadas, que com certeza as gerações futuras agradecerão. 
Fazemos a nossa parte alertando a todos e mostrando as consequências, tentando conscientizar sobre a importância do meio ambiente, porém, cada um aceita o que lhe convém, e talvez, futuramente muitos se arrependerão pelo que estão fazendo hoje.Nome: Caroline Scher Vogel Colégio Estadual Professor Pedro José Scher  3º lugar na categoria artigo de opinião 

Avenida Júlio Schwengber, nº 1645
Centro - São Pedro do Butiá - RS
(55) 3369 1800
Manhã: 7h45min - 11h45min
Tarde: 13h30min - 16h30min
© Copyright 2013 P.M. São Pedro do Butiá. Todos os direitos reservados!